Sunday, June 3, 2012

Sosseguem, homens da Troika …

Há 120 anos Alberto Sampaio (1841-1908) descreveu a forma que os portugueses encontravam para resolver as suas crises. Não creio que o 1º Ministro se tenha inspirado neste texto para aconselhar os jovens portugueses a emigrarem, mas isso também não é importante, pois a solução sugerida parece estar entranhada na alma lusitana.

Eis o que Alberto Sampaio afirmou sobre a sociedade portuguesa:

Ontem como hoje, tem sido sempre uma sociedade de aventureiros […]. O que cada um deseja é que o deixem sair […]. Por isso, quando aparecem estas situações de miséria e penúria, constantes na sua história, a população resigna-se a sofrer tudo; ou emigra, acostumada, como está à aventura. […] Então a emigração é o último expediente para ele; silenciosa e resignadamente cada um vai partindo, sem talvez uma palavra de amargura. Os que ficam acalentam no fundo do coração sobre todas qualquer esperança que não dependa da actividade colectiva […] E todos esperam no meio de ruínas que volte a bonança para repetirem mais uma vez a mesma norma de vida do passado.

Perante as crises nacionais, parece que a austeridade, o empobrecimento, a resignação e a emigração têm sido, sempre, as soluções escolhidas pelo povo ! … Sosseguem homens da Troika, os portugueses são de confiança!…

No comments: